Em formação

Harvey Logan


Harvey Logan nasceu no Condado de Rowan, Kentucky, em 1875. Ele foi criado por uma tia em Dobson, Missouri e depois de sair de casa mudou-se para Wyoming. Ele trabalhou como fazendeiro até matar Pike Landusky durante uma briga de bêbados.

Logan fugiu e acabou se juntando à gangue de bandidos liderada por George Curry. Ele executou vários roubos até se mudar para o Robbers 'Roost em Utah e se juntou ao que ficou conhecido como Wild Bunch. Além do líder, Butch Cassidy, a gangue incluía Sundance Kid, Ben Kilpatrick, William Carver, George Curry, Laura Bullion, Elza Lay e Bob Meeks.

O nome Wild Bunch era enganoso, pois Butch Cassidy sempre tentava evitar que sua gangue ferisse as pessoas durante os assaltos. Sua gangue também recebeu ordens de atirar nos cavalos, ao invés dos cavaleiros, quando perseguidos por posses. Cassidy sempre se gabou com orgulho de nunca ter matado um homem. O nome na verdade veio da forma turbulenta com que gastaram seu dinheiro após um roubo bem-sucedido.

Em 2 de junho de 1899, Cassidy, Curry, Logan e Lay tomaram parte no grande sucesso do assalto ao trem Union Pacific em Wilcox, Wyoming. Depois de roubar $ 30.000, a gangue fugiu para o Novo México. Em 27 de maio de 1900, Logan assassinou o xerife JessTyler em Utah em retaliação pelo assassinato de George Curry.

Em 29 de agosto de 1900, Butch Cassidy, com Sundance Kid, Logan e dois membros de gangue não identificados, assaltaram o trem Union Pacific em Tipton, Wyoming. Isso foi seguido por uma invasão no First National Bank de Winnemucca, Nevada (19 de setembro de 1900), que rendeu $ 32.640. No ano seguinte, a gangue obteve US $ 65.000 no trem Great Northern perto de Wagner, Montana.

Acredita-se que Logan tenha assassinado Jim Winter em retaliação pelo assassinato de seu irmão, Johnny Logan. Ele escapou para Knoxville, Tennessee, onde foi capturado em 15 de dezembro de 1901. Ele escapou da prisão de Knoxville em 27 de junho de 1903.

Harvey Logan foi morto perto de Glenwood Springs em 9 de julho de 1903.


Harvey Logan - História

Obit: Bender, Harvey Logan (1866 - 1964)

Contato: Dolores (Mohr) Kenyon

Sobrenomes: Bender, Smith, Martin, Kissling, Meddaugh, Short, Sharratt, Williams, Doering

---- Fonte: Clark County Press (Neillsville, Clark Co., WI.) 10 de dezembro de 1964

Bender, Harvey Logan (21 de dezembro de 1866 - 5 de dezembro de 1964)

Os serviços funerários foram realizados na manhã de terça-feira da casa funerária Gilbertson em Granton para Harvey L. Bender, 97, de Rt. 1 Neillsville, que morreu no sábado no Hospital St. Joseph & rsquos em Marshfield. O Rev. Paul Doering da Igreja Metodista Leal oficiou e o sepultamento foi feito no Cemitério Mt. Tabor em Sabin.

Harvey Logan Bender nasceu em 21 de dezembro de 1866, no condado de Richland. Em 17 de julho de 1892, ele se casou no Condado de Richland com a ex-Mary Lucinda Smith, que morreu em outubro de 1919. Eles se mudaram em 1900 para uma fazenda na cidade de Washburn. Ele serviu no conselho do condado de Washburn por vários anos.

O Sr. Bender deixou uma filha, Sra. Essie Martin de Wisconsin Rapids quatro filhos, Elmer de Loyal, Lloyd de Grass Valley, Califórnia, David de Neillsville e Bernard de Manitowoc 13 netos e 28 bisnetos.

Os palestrantes foram: Harry e Ted Kissling, Neil Meddaugh, Art Short, Roland Sharratt e Oliver Williams.

Mostre o seu apreço por essas informações fornecidas gratuitamente, não as copiando para nenhum outro site sem nossa permissão.

Um site criado e mantido pelos fãs de história do condado de Clark
e apoiado por suas generosas doações.


James Harvey Logan

James Harvey Logan (8 de dezembro de 1841 - 16 de julho de 1928) [1] foi um juiz em Santa Cruz, Califórnia, e um botânico amador creditado com a criação de 1881 da loganberry, um cruzamento entre a framboesa e a amora-preta.

Ele foi procurador distrital na década de 1870 e juiz do Tribunal Superior durante as décadas de 1880 e 1890.

Ele nasceu em 8 de dezembro de 1841 em Rockville, Indiana. [2] Depois de se mudar para Santa Cruz, Logan foi eleito promotor público em 1º de setembro de 1875. Ele foi endossado tanto pelos democratas quanto pela chapa independente. [3] Ele havia atuado anteriormente como promotor distrital em 1872 e 1873. Logan foi posteriormente eleito para o Tribunal Superior e serviu por vários mandatos como juiz, de 1880 a 1884 e de 1893 a 1897.

Logan construiu o Brookdale Lodge no local da Grover Lumber Mill na década de 1890, comprou o Brookdale Town Site em 1902, construiu uma estrada de vagões e construiu uma casa de campo em 1905, com lotes dispostos em 1907. Sua esposa, Catherine , morreu em Brookdale em 13 de julho de 1909. Ele vendeu o terreno para John DuBois para uma subdivisão em 1911.

Logan se casou com Mary E. Couson em 1 de agosto de 1910 e eles tiveram uma filha - Gladys C. Logan - em 14 de agosto de 1911. Embora Logan se mudou para Oakland, Califórnia em 1913, ele continuou a atividade comercial na área de Santa Cruz, construindo uma nova loja em 1915. [4]

Ele morreu em 16 de julho de 1928 em Oakland, Califórnia. [5]

  1. ^www.garrisonlogan.org
  2. ^Homens Importantes de 1913. 1913. Logan, James Harvey, juiz aposentado do Tribunal Superior e advogado nascido em Rockville, Indiana, em 8 de dezembro de 1841, filho de Samuel McCampbell e Mary Elizabeth (McMurtry) Logan. Educação: curso clássico de quatro anos, Waveland Collegiate Inst., Waveland, Ind. Casado com Mary Elizabeth Couson, 1º de agosto de 1910, em Santa Cruz, Cal. Originador do loganberry (1882), o único cruzamento bem-sucedido já feito entre a framboesa e a amora, e agora com muito sucesso e geralmente cultivado para uso familiar e comercial na encosta do Pacífico, particularmente em Washington e Oregon, também originador do mamute amora-preta, o maior amora-preta já conhecida, algumas delas com 5,5 centímetros de comprimento, ambas as bagas são muito precoces e amadurecem pelo menos seis semanas antes de qualquer outra fruta da família da amora-preta. Essas bagas foram o resultado de jardinagem precoce feita para recreação e prazer, e nunca foram usados ​​comercialmente pelo originador. Pres. (sete anos) Banco do Condado de Santa Cruz pres. (cinco anos) Brookdale Land Co. dist. atty. (dez anos) Juiz Superior da Comarca de Santa Cruz Tribunal Superior da Comarca de Santa Cruz. Residência: No. 28 Dake Ave., Santa Cruz, Cal.
  3. ^
  4. "Santa Cruz Sentinel 11 de setembro de 1875 3: 3-4 "Retornos Eleitorais Oficiais do Condado de Santa Cruz" em Biografia de Stephen Mallory White, "Transcriber's Notes for Letter D," Hihn-Younger Archive, University of California at Santa Cruz ". Arquivado do original em 11 de novembro de 2004. Recuperado 2007-01-18. CS1 maint: bot: original URL status desconhecido (link) acessado 17/01/2007
  5. ^Biblioteca Pública de Santa Cruz, "Mountain Echo Index, 1896--1916" Acessado em 2007-01-17 Arquivado em 26 de julho de 2005, na Wayback Machine
  6. ^
  7. "James H. Logan Dead. O produtor do Loganberry também foi conhecido como jurista". New York Times. 17 de julho de 1928. Página visitada em 2008-08-08. James H. Logan, 86, produtor da loganberry e famoso como horticultor amador, morreu aqui hoje. .

Esta biografia de um juiz estadual nos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipedia expandindo-a.


Este dia na história: & # 8216Kid Curry & # 8221 também conhecido como Harvey Logan é sentenciado a 20 anos de prisão (1920)

Neste dia na história, Harvey & ldquoKid Curry & rdquo Logan, o segundo no comando da gangue Butch Cassidy & rsquos Wild Bunch é enviado para a prisão. Ele recebe vinte anos de trabalhos forçados em uma penitenciária do Tennessee. Logan era indiscutivelmente mais próximo de Butch Cassidy do que de Sundance Kid. Cassidy provavelmente confiava em Logan mais do que em Sundance e contava com ele para ajudá-lo a comandar a gangue. Logan veio de Kentucky, mas quando criança mudou-se para o Missouri. Aqui ele começou sua vida de crime e acredita-se que ele tenha atirado e matado um homem, quando ainda era adolescente. A partir de então ele foi um criminoso profissional e sempre esteve do lado errado da lei. Logo ele se juntou a uma gangue e logo se tornou um ladrão de banco e, pelo que se sabe, um bom ladrão. Durante uma batida a banco, algumas pessoas inocentes foram mortas e a lei local começou a tentar pegá-lo. Logan deixou o estado e se dirigiu para Wyoming e foi para um dos esconderijos do Hole-in-the-Wall. A área onde ele se escondeu era desolada e desabitada e era ideal para fugitivos da justiça. Aqui Logan conheceu Cassidy. Nessa época, Cassidy formou uma gangue e nomeou Logan como seu segundo em comando. Cassidy e Logan logo formaram uma pequena gangue de malfeitores. Outro membro proeminente da gangue foi Robert Parker, um ex-açougueiro, mas agora um ladrão de banco. Entre os outros membros estavam bandidos notórios, como Ben Kirkpatrick, conhecido como Tall Texan. A gangue logo começou a roubar bancos e trens em vários estados. Eles operaram em Utah, Colorado, Montana, Wyoming e Nevada. Eles fizeram de seu quartel general o Hole-in-the-Wall. Logan era possivelmente o mais selvagem do grupo e pode ter matado até dez homens da lei e um número desconhecido de outras pessoas. A gangue conseguiu escapar da lei por muitos anos e poucos homens da lei ousaram entrar na área do Hole-in-the-Wall porque havia tantos fora-da-lei lá. A gangue ficou conhecida como Wild Bunch e logo se tornaram alguns dos bandidos mais notórios do Ocidente. Eles eram altamente organizados e tinham até seus próprios advogados.

Harvey Logan (também conhecido como Kid Curry) e Annie Rogers

A Pinkerton & rsquos Detective Agency foi contratada para rastreá-los e levá-los à justiça, mas nem mesmo eles puderam levar o Wild Bunch à Justiça. No entanto, o Ocidente estava mudando e as forças da lei e da ordem estavam em vantagem e os dias do fora-da-lei à moda antiga estavam contados. The Pinkerton & rsquos finalmente começou a fazer um progresso real contra a gangue. Eles começaram a prender membros individuais de gangues. Butch Cassidy e o Sundance Kid perceberam que as coisas estavam mudando e decidiram fugir primeiro para a Argentina e depois para a Bolívia. Ninguém está realmente certo do que aconteceu com eles. O destino de Logan está razoavelmente bem documentado. Depois de ser condenado à prisão, ele cumpriu apenas um ano. Ele conseguiu escapar da prisão e fugiu para o oeste. Ele conseguiu chegar ao Colorado, mas foi perseguido por policiais locais que o feriram em um tiroteio. Logan conseguiu escapar, mas estava gravemente ferido e sabia que logo seria capturado. Acredita-se que Logan deu um tiro em si mesmo em vez de ser pego e passar o resto de seus dias na prisão.


Por que foram tiradas fotos post-mortem de Harvey Logan, conhecido como Kid Curry?

Por que foram tiradas fotos post-mortem de Harvey Logan, conhecido como Kid Curry?

Juha Nakari
Reino Unido

Procurei o historiador Dan Buck, da Wild Bunch, para fazer isso. Ele me disse que as fotos post-mortem foram tiradas para descobrir a identidade de um bandido morto que se matou para evitar ser capturado depois de roubar um trem perto de Parachute, Colorado, em 7 de junho de 1904.

Veja, as pessoas diziam que o homem era uma série de bandidos. Buck diz que a melhor evidência, entretanto, sugere que o homem era Harvey Logan.

O detetive Lowell Spence de Pinkerton levou duas das fotos para Knoxville, Tennessee, onde Logan havia cumprido sete meses de prisão um ano antes. Vários homens da lei e advogados que conheceram Logan identificaram as fotos como retratando-o. A notícia da morte de Logan, junto com quatro fotos post-mortem, correu no St. Paul, Minnesota, Daily Pioneer Press em 12 de julho.

Para muitos, as fotos encerraram o caso, embora alguns historiadores fora da lei hoje vejam isso como um assunto não resolvido.

Postagens Relacionadas

Silver City, New Mexico Marshal, Harvey Whitehill estava trabalhando para resolver um roubo de trem em & hellip

É fácil esquecer que grande parte da imagem popular atual do sudoeste é um testemunho e inferno

Quem diria que o primeiro ator a interpretar Billy the Kid no filme foi um & hellip


Ближайшие родственники

Sobre Harvey Logan (também conhecido como & quotKid Curry & quot) [& quottheest of the Wild Bunch & quot)

Harvey Alexander Logan (1867 - 17 de junho de 1904), também conhecido como Kid Curry, foi um fora da lei e atirador americano que fugiu com Butch Cassidy e a infame gangue Wild Bunch de Sundance Kid. Apesar de ser menos conhecido do que seus homólogos, ele tem sido referido como & quotthe mais selvagem do Wild Bunch & quot. Ele matou pelo menos nove policiais em cinco tiroteios diferentes e outros dois homens em outros casos, e esteve envolvido em vários tiroteios com posses e civis durante seus dias de fora da lei.

Kid Curry nasceu em Richland Township, Tama County, Iowa. Sua mãe morreu em 1876, e seus irmãos, Hank, Johnny e Lonny, mudaram-se para Dodson, Missouri, para morar com sua tia Lee Logan. Até pelo menos 1883, Curry ganhava a vida doando cavalos no rancho Cross L, perto de Rising Star, Texas. Enquanto estava lá, ele conheceu e tornou-se amigo de um homem chamado "Nariz delgado" George Curry, de quem tirou seu novo sobrenome. Seus irmãos logo adotaram o mesmo sobrenome. Os três irmãos eram conhecidos como trabalhadores árduos até serem pagos. O dinheiro não ficou no bolso por muito tempo. Todos eles gostavam de álcool e mulheres. Kid Curry frequentemente voltava de um assalto a trem ou banco, ficava bêbado e se deitava com prostitutas até que sua parte da receita acabasse. Depois que Kid Curry se tornou famoso, as prostitutas frequentemente o chamavam de pai quando ficavam grávidas. Os filhos bastardos eram chamados de & quotCurry Kids. & Quot. Acredita-se que Kid Curry foi creditado com até oitenta e cinco filhos. O número de filhos que ele realmente gerou foi provavelmente menos de cinco. Os descendentes dos & quotCurry Kids & quot permanecem espalhados por todo o condado de Eastland e arredores até hoje.

Ele cavalgou como um cowboy em uma viagem de gado para Pueblo, Colorado, em 1883. Enquanto em Pueblo, ele se envolveu em uma briga de salão. Para evitar a prisão, ele fugiu, estabelecendo-se no sul do Wyoming. Em Wyoming, Curry trabalhou para as fazendas & quotCircle C & quot e & quotCircle Diamond & quot. Ao que tudo indica, quando sóbrio, Curry era bem-educado, simpático e leal tanto aos amigos quanto aos irmãos.

Os eventos que mudaram o curso de sua vida começaram quando seu irmão Hank e o amigo Jim Thornhill compraram um rancho em Rock Creek, no que era então o condado de Chouteau, Montana, e agora é o condado de Phillips, Montana. A fazenda ficava perto do local de uma greve feita pelo mineiro / policial local Powell & quotPike & quot Landusky. Landusky, de acordo com alguns relatos do dia, confrontou Curry e o atacou, acreditando que Curry estava envolvido romanticamente com a filha de Landusky, Elfie. Landusky então apresentou acusações de agressão contra Curry, que foi preso e espancado.

Dois amigos de Curry, A.S. Lohman e Frank Plunkett pagaram uma fiança de $ 500 pela libertação de Curry. A filha de Landusky, Elfie, mais tarde afirmou que era o irmão de Curry, Lonny, com quem ela havia se envolvido. No entanto, a confissão veio tarde demais. Em 27 de dezembro de 1894, Curry pegou Landusky em um salão local e atingiu Landusky, atordoando-o. Curry, evidentemente acreditando que a luta havia acabado, começou a se afastar. Landusky puxou sua pistola e começou a ameaçar Curry, que estava desarmado. O amigo de Curry e parceiro de seu irmão, Jim Thornhill, deu a Curry sua pistola. A arma de Landusky emperrou e Curry o matou com um tiro.

Curry foi preso e em um inquérito foi solto quando foi julgado que ele agiu em legítima defesa. No entanto, um julgamento formal foi definido. Curry acreditava que não teria um julgamento justo, porque o juiz era amigo íntimo de Landusky. Por esse motivo, Curry deixou a cidade.

Andando com a gangue Black Jack Ketchum

Ele começou a cavalgar com o fora da lei & quotBlack Jack & quot Ketchum. Os detetives de Pinkerton começaram a seguir Curry logo após sua partida de Montana. Em janeiro de 1896, Curry recebeu a notícia de que um velho amigo de Landusky, o fazendeiro James Winters, o estava espionando, em troca da recompensa oferecida por sua prisão. Curry e dois de seus irmãos, Johnny e Lonny, foram ao rancho de Winters para confrontá-lo. No entanto, um tiroteio estourou. Johnny foi morto, enquanto Curry e Lonny escaparam. Pouco depois, Curry e Lonny discutiram com Black Jack Ketchum sobre o roubo de um trem. Os dois irmãos deixaram a gangue.

Ambos conseguiram emprego em uma fazenda de gado, arranjada por seu primo, Bob Lee, perto de Sand Gulch, Colorado. Os agentes da Pinkerton que estavam atrás de Curry desistiram de sua trilha brevemente. Curry, Lonny, Walt Putnam e George Curry formaram sua própria gangue nessa época. Ele temporariamente deixou o Colorado, com a intenção de explorar bons alvos para possíveis roubos. Por volta de abril de 1897, Curry estaria supostamente envolvido no assassinato do vice-xerife William Deane de Powder River, Wyoming, enquanto ele e sua gangue juntavam cavalos frescos em um rancho na bacia do rio Powder. Depois disso, ele voltou para o Colorado para a fazenda onde estava trabalhando.

Em junho de 1897, o trabalho de cowboy havia terminado e Curry se aventurou para o norte com o resto da gangue. Eles roubaram um banco em Belle Fourche, Dakota do Sul, e encontraram resistência fora do banco da população da cidade. Um de seus amigos, Tom O'Day, foi capturado quando seu cavalo se assustou e fugiu sem ele. Os outros escaparam, mas enquanto planejava um segundo roubo, um pelotão da cidade os alcançou no condado de Fergus, Montana. Durante um tiroteio, Curry foi baleado no pulso e seu cavalo foi atingido por baixo dele, resultando em sua captura. George Curry e Walt Putnam também foram capturados. Todos os três foram detidos na prisão de Deadwood, Dakota do Sul, mas apenas brevemente dominaram o carcereiro e escaparam. Eles voltaram para Montana e roubaram dois correios.

Cavalgando com Butch Cassidy e o Wild Bunch

Foi nessa época que ele começou a cavalgar com a gangue Wild Bunch sob o comando de Butch Cassidy. Acredita-se que Kid Curry foi considerado a "arma mais rápida do Ocidente" e que ele foi baseado em Sundance Kid, que não era na verdade um atirador como Logan. Em 2 de junho de 1899, a gangue roubou um passageiro terrestre da Union Pacific Railroad perto de Wilcox, Wyoming, um assalto que se tornou famoso. Muitos notáveis ​​homens da lei da época participaram da caça aos ladrões, mas não foram capturados.

Durante um tiroteio com homens da lei após o roubo, Kid Curry e George Curry atiraram e mataram o xerife do condado de Converse, Joe Hazen. O famoso assassino de aluguel e funcionário contratado da agência Pinkerton, Tom Horn, obteve informações do especialista em explosivos Bill Speck que revelaram que George Curry e Kid Curry atiraram em Hazen, que Horn repassou ao detetive Charlie Siringo da Pinkerton. A gangue escapou para o Hole-in-the-Wall, uma área que a gangue usava como esconderijo. Curry e o Sundance Kid usaram uma cabana de toras em Old Trail Town como esconderijo antes de assaltarem um banco em Red Lodge, Montana. Butch Cassidy, o Sundance Kid e outros desesperados se encontraram em outra cabana trazida para Old Trail Town da região de Hole-in-the-Wall, no centro-norte de Wyoming. Foi construído em 1883 por Alexander Ghent. Siringo recebeu a tarefa de trazer a gangue fora da lei. Ele se tornou amigo de Elfie Landusky. Effie estava usando o sobrenome Curry, alegando que Lonny Curry a engravidara. Através dela, Siringo pretendia localizar a gangue. Siringo mudou seu nome para Charles L. Carter, disfarçou-se de atirador em fuga e começou a se misturar com pessoas que talvez conhecessem os Currys, tornando-se amigo de Jim Thornhill.

No entanto, Kid Curry estava em um lugar conhecido como & quotRobbers Roost & quot, em Utah. Curry então foi para Alma, Novo México, com Cassidy e outros, com a intenção de se esconder por um tempo. Em 11 de julho de 1899, enquanto trabalhava no W.S. Ranch, Curry roubou um trem perto de Folsom, Novo México, com os membros da gangue Elzy Lay e Sam Ketchum. Um pelotão liderado pelo xerife Ed Farr do condado de Huerfano (Colorado) encurralou a gangue perto de uma área chamada Turkey Creek, o que resultou em dois tiroteios durante um período de quatro dias. Lay e Ketchum foram feridos e depois capturados, com Lay matando o xerife e ferindo Henry Love, deputado do condado de Colfax, no processo. Ele recebeu prisão perpétua pelos assassinatos. Ketchum morreu devido aos ferimentos dias depois, enquanto estava sob custódia, e o deputado Love morreu devido aos ferimentos que recebeu. Curry escapou, mas ele, Cassidy e outros membros da gangue foram forçados a deixar o Novo México. Sam Ketchum era irmão de Tom & quotBlack Jack & quot Ketchum. Curry viajou para San Antonio, onde permaneceu por um breve período. Lá ele conheceu a prostituta Della Moore (também conhecida como Annie Rogers ou Maude Williams), com quem se envolveu romanticamente. No momento do encontro, ela estava trabalhando no bordel de Madame Fannie Porter, que era um esconderijo regular para a gangue Wild Bunch.

Tiroteio de vingança de Moabe, outras mortes para evitar a captura

Em 28 de fevereiro de 1900, homens da lei tentaram prender Lonny Curry na casa de sua tia. Lonny foi morto no tiroteio que se seguiu, e seu primo Bob Lee foi preso por roubo e enviado para a prisão em Wyoming. Kid Curry era agora o último irmão sobrevivente. Em março de 1900, Curry foi identificado em St. Johns, Apache County, Arizona, enquanto passava bilhetes suspeitos de serem do roubo de Wilcox. O xerife local do condado de Apache, Edward Beeler, reuniu um destacamento e começou a rastrear Curry, que estava acompanhado por Bill Carver. O pelotão atirou com Curry e Carver em 28 de março. Curry e Carver mataram o deputado Andrew Gibbons e o deputado Frank LeSeuer. Em 26 de maio, Kid Curry entrou em Utah e matou Grand County, o xerife Jesse Tyler de Utah e o deputado Sam Jenkins em um tiroteio descarado em Moab. Ambos os assassinatos foram em retaliação por terem matado George Curry e seu irmão Lonny.

Curry então voltou com o Wild Bunch. Eles roubaram um trem perto de Tipton, Wyoming, cujas histórias de jornal alegando que a gangue arrecadou mais de US $ 55.000. A gangue novamente se separou, com Kid Curry e Ben Kilpatrick indo para o sul para Fort Worth, Texas, enquanto Cassidy, o Sundance Kid e Bill Carver imediatamente realizaram outro assalto em Winnemucca, Nevada.

Siringo, ainda trabalhando no caso dos Pinkertons, estava em Circleville, Utah, onde Butch Cassidy fora criado. Curry voltou à gangue, e eles pegaram outro trem da Union Pacific perto de Wagner, Montana. Desta vez, eles levaram mais de $ 60.000 em dinheiro. O membro da gangue Will Carver foi morto em Sonora, Texas, pelo xerife do condado de Sutton, Elijah Briant, durante a perseguição após o roubo.

Novamente a gangue se separou. Em outubro de 1901, Della Moore foi preso em Nashville, Tennessee, por repassar dinheiro vinculado a um assalto anterior envolvendo Curry. Em 12 de dezembro, os membros da gangue Ben Kilpatrick e Laura Bullion foram capturados em Knoxville, Tennessee. Em 13 de dezembro, Kid Curry atirou nos policiais William Dinwiddle e Robert Saylor de Knoxville em um tiroteio e escapou. Curry, apesar de ser perseguido por agentes de Pinkerton e outros policiais, voltou para Montana, onde atirou e matou o fazendeiro James Winters, responsável pela morte de seu irmão Johnny anos antes.

Curry então viajou de volta para Knoxville. Em um salão de bilhar em 30 de novembro de 1902, Curry foi capturado após uma longa luta física com homens da lei. Ele foi condenado por roubo porque os fatos no assassinato dos dois policiais não eram definitivos e nenhuma testemunha iria depor, e ele recebeu uma sentença de 20 anos de trabalhos forçados e multa de US $ 5.000. No entanto, em 27 de junho de 1903, Curry escapou. Os rumores de que um deputado havia recebido um suborno de US $ 8.000 para permitir sua fuga se espalharam, mas nada pôde ser provado.

Em 7 de junho de 1904, Kid Curry foi rastreado por um destacamento fora de Parachute, Colorado. Curry e dois outros roubaram um trem fora de Parachute. Enquanto escapavam, eles roubaram cavalos novos de propriedade de Roll Gardner e um vizinho. Na manhã seguinte, quando descobriram que seus cavalos haviam sido roubados, Gardner e o vizinho começaram a perseguir a gangue. Eles se juntaram a um pelotão e continuaram rastreando os bandidos. A gangue atirou nos cavalos de Gardner e de seu vizinho. Gardner encontrou cobertura enquanto seu vizinho começou a correr. Kid Curry mirou no vizinho e Gardner atirou em Curry. Curry decidiu acabar com isso naquele momento e fatalmente atirou na própria cabeça para evitar a captura. Os outros dois ladrões escaparam. O rifle que Gardner usou ainda está na família hoje.

Curry está enterrado no cemitério de Linwood com vista para Glenwood Springs, Colorado, a uma curta distância do memorial do colega atirador Doc Holliday.

Aparência na literatura e no cinema

Curry aparece como um personagem em Mr American, de George MacDonald Fraser. O romance, ambientado em 1909, usa a controvérsia em torno da morte de Curry para retratá-lo como sobrevivendo ao tiroteio perto de Parachute e depois seguindo o protagonista do romance, Mark Franklin, para a Inglaterra, onde Curry tenta matar Franklin.

Ted Cassidy interpretou Kid Curry / Harvey Logan em Butch Cassidy e o Sundance Kid.

Ben Murphy interpretou Kid Curry fictício no programa de televisão dos anos 1970, Alias ​​Smith and Jones.

Os Mythbusters testaram a afirmação de que Logan poderia largar um dólar de prata de sua mão e então sacar e disparar cinco tiros de seu revólver antes de atingir o solo. Eles acharam a alegação altamente improvável.


Harvey “The Credit Houdini” Logan revela seus segredos para o sucesso do reparo de crédito e provoca um novo e-livro empolgante

O empreendedor Harvey Logan rapidamente se tornou uma das histórias de sucesso mais inspiradoras do mundo do reparo de crédito. Iniciando seu negócio em um pequeno escritório em sua cidade natal, Tuscaloosa Alabama, o The Credit Houdini compartilha alguns insights sobre como ele construiu seu negócio do zero para se tornar um sucesso nacional.

Olá Harvey, você pode nos contar um pouco sobre sua experiência e como desenvolveu sua experiência em restauração de crédito?

Sempre fui conhecido como um self-starter ou hustler na minha cidade de Tuscaloosa, Alabama. Comecei minha carreira de empresário vendendo cabelo feminino. Enquanto vendia cabelo, acabei abrindo uma pequena academia que dirigi por 2 anos até entrar no mercado de vendas de carros. No início de 2018, comecei minha jornada de recuperação de crédito enquanto também vendia carros. Na época, eu era um vendedor de carros famoso, mas conheci muitos clientes que enfrentavam dificuldades para obter crédito. Foi quando comecei a ler e me educar sobre o processo de reparo de crédito e, eventualmente, decidi fazer disso um trabalho em tempo integral depois de ser dispensado da venda de carros, o que acabou sendo a melhor coisa que poderia ter acontecido comigo

Como você motiva e educa seus clientes para alcançar objetivos maiores?

Qualquer pessoa que visitar minhas redes sociais verá uma bela casa e veículos caros que são usados ​​apenas para motivar e mostrar às pessoas que com o poder da educação de crédito e da disciplina financeira tudo é possível. Eu também tenho um canal no YouTube onde escolho tópicos relacionados ao crédito para educar os espectadores sobre os prós e contras do crédito, independentemente de quão grande ou pequeno seja um tópico. Todos os dias eu faço uma postagem sobre tópicos positivos para ajudar as pessoas que podem estar passando por uma fase difícil em suas vidas, para que saibam que não estão sozinhas. Faço isso para garantir às pessoas que, se continuarem, sua felicidade estará ao virar da esquina. Eu adoro educação financeira e prego aos espectadores sobre como fazer escolhas mais inteligentes, independentemente de sua situação financeira.

Quanto tempo leva para remover marcas negativas em relatórios de crédito?

Normalmente, digo aos clientes que, com a reparação de crédito, não existem dois perfis de crédito iguais. Algumas pessoas podem exigir apenas o que é chamado de troca para ajudar a aumentar a pontuação de crédito ou adicionar histórico de crédito. Onde alguns clientes podem precisar de um trabalho mais extenso. Contas de cobrança e contas de baixa normalmente constituem a maioria das questões que giram em torno do perfil de crédito de um cliente. A mensagem mais importante que tento transmitir aos meus clientes é que, com cada cliente, fazemos o nosso melhor para garantir que prestamos o melhor serviço possível ao cliente.

Qual é o seu processo para trabalhar com um novo cliente e ajudá-lo a eliminar marcas negativas em seus relatórios de crédito?

Bem, o primeiro passo é dizer à maioria dos clientes que existem milhares de pessoas andando por aí com contas imprecisas em seus perfis de crédito. Nosso trabalho como profissional de crédito é garantir, fazemos nosso trabalho investigando cada conta ao máximo para ter certeza de que as informações são de fato precisas para o nosso cliente. A maioria das pessoas que encontramos verifica seu crédito, em média, cerca de 5 vezes por ano. Sendo esse o número médio de perguntas aos clientes, a maioria das pessoas tem contas imprecisas das quais não têm conhecimento e é aí que entramos.

Soubemos que você está finalizando um Ebook de reparo de crédito DYI. Você pode nos contar mais sobre isso?

Bem, atualmente estou no processo de publicação de um Ebook de reparo de crédito que oferecerá modelos detalhados para várias fases de reparo de crédito. Ele dará um pouco mais de visão sobre quem eu sou, bem como detalha algumas perguntas frequentes que a maioria das pessoas deseja saber, mas nunca consegue obter uma resposta clara, pois há muitas áreas cinzentas em torno do reparo de crédito. Os clientes terão um entendimento completo de como usar cartas de disputa envolvendo a remoção de falências, inquéritos, cobranças, baixas contábeis e até mesmo haverá uma seção sobre como iniciar o crédito empresarial.

COVID impactou seus serviços e / ou as expectativas ou necessidades de seus clientes?

No início e no meio do ano de 2020, a recuperação do crédito foi altamente impactada porque a maioria das empresas foi fechada. Senti que minha equipe e eu fizemos um trabalho fenomenal considerando a lentidão de como o processo desacelerou até por volta de agosto do ano passado. Do ponto de vista educacional, devo dizer que considerando que quase tudo se tornou virtual, me deu uma grande oportunidade de focar mais nos vídeos educacionais para ajudar os clientes a ter um entendimento completo de seu crédito, para que saiam de nossa empresa sabendo como manter seu novo crédito pontuações.

"Nada, mas notícias diretas." Michael acredita na publicação de notícias verdadeiras e relevantes. Com ética e pesquisa adequadas, Michael deriva sua inspiração das influências sociais e do status quo atual. Com relação às credenciais, Michael é graduado em jornalismo pela Universidade de Maryland.


Patrocinadores

WyoHistory.org agradece o apoio dos seguintes patrocinadores. Contate-nos em [email protected] para informações sobre os níveis e tipos de patrocínios disponíveis. Para obter mais informações sobre nossos patrocinadores e as pessoas por trás do WyoHistory.org, visite nossa página Sobre nós:


O prefeito de Sonoma, Logan Harvey, ganha o prêmio North Bay Forty Under 40

Responsabilidades com sua empresa: Como prefeito de Sonoma, presido as reuniões com o conselho municipal e sirvo como ponto de contato para a maior parte da comunicação pública. Eu me encontro com membros do público, funcionários eleitos, organizações sem fins lucrativos locais e membros de nossa comunidade empresarial para ouvir suas idéias e preocupações.

Como membro do conselho municipal, forneço orientações políticas aos funcionários da cidade e garanto sua implementação. Também atuo como vice-presidente da Autoridade Regional de Proteção do Clima e da Autoridade de Trânsito do Condado de Sonoma, onde forneço orientação política e supervisão sobre os fundos da Medida M.

Recentemente, o SCTA tem trabalhado na nova versão da Medida M e eu tenho sido fundamental no enquadramento dessa medida, que fornecerá financiamento adicional para transporte público e bicicletas, bem como buracos e estradas.

Em 25 palavras ou menos, como você exemplifica o espírito de ser um profissional com 40 anos e menos com menos de 40 anos?

Sou o prefeito mais jovem da história de Sonoma. Eu uso esta posição para criar oportunidades para famílias jovens em Sonoma e lutar contra as mudanças climáticas.

Anos com empresa: 2

Tempo na posição atual: 1

Número de funcionários em toda a empresa: 35

Número dos que se reportam a você: 35

Maior realização profissional: Aprovando a lei de salário mínimo de Sonoma, desenvolvendo um fundo fiduciário de habitação acessível, criando uma lei para permitir a abertura do primeiro dispensário de Sonoma e administrando com segurança o corte de energia de segurança pública da PG & ampE, tudo no mesmo ano.

O maior desafio profissional: a gestão do tempo é uma luta regular. Não sou apenas o prefeito de Sonoma, mas também tenho um emprego de tempo integral trabalhando para a Recologia Sonoma Marin. To successfully manage these two responsibilities and be a good partner to my wife is something I work hard at every single day.

Single most important event in your professional life in the last 12 months: The groundbreaking ceremony for 48 new affordable housing units in the city of Sonoma is so important for both myself and our city.

Tourism is the center of Sonoma's economy and in order to sustain our tourism and wine industry we need a lot of affordable housing. The jobs created by these industry are typically lower wage and it is very difficult for those workers to find housing. The combination of the city's new minimum wage ordinance and the development of these and other affordable housing projects will ensure that Sonoma's workers have opportunities to live in the community that they work. It's good for workers, it's good for our economy, and it's good for our economy.

What steps is your company taking to sustain your organization and morale in the current economy?

The city's current outlook is good. Transient occupancy tax revenues are up which means that our hotel are full and our economy is strong. We've actually hired on quite a few new staff members to better serve our community. There are fears of a looming recession and we've developed policies to ensure that the city has adequate reserves to weather any storm.

Next professional goal: People ask me all the time what's next and if I'm considering running for higher office. It's definitely an option I'm open to if the people would have me, but right now my goal is just to be a great mayor and help restore our community's faith that the Government can be a force for good in their lives.

Educação: I have a bachelor's degree in English Education from San Francisco State University

Hometown: Sonoma

Community/nonprofit activities: I mean, I'm the mayor of Sonoma. Does that count?

What is your most disliked industry buzzword?

Typical day at the office: Meetings on meetings on meetings. Eu amo isso.

Best place to work outside of your office: Scandina Bakery

Hobbies: I've recently taken up cycling. It's reconnected me to the valley in such an amazing way. I love riding through the hill of Sonoma and taking it all in. Also, I love to cook.

What you wanted to be when you grew up: I always wanted to do something that benefited my community. Whether that was teaching, or being a lawyer, or in public office what I always wanted was to make a positive difference.

#1 thing you want to accomplish by the time you turn 40: I would love to own a home

First job: Refereeing soccer

Social media you most use: Facebook

Favorite book: “SeaWolf” by Jack London

Favorite movie: “The Fighter”

Favorite App: Reddit

Favorite after-work drink: Wine

Last vacation: Visited some friends in Tacoma Washington for New Years. Such a great time. I love that city.


Legends of America

Annie Rogers was Kid Curry’s girlfriend

On a sunny afternoon in October 1901 at the bustling Fourth National Bank of Nashville, Tennessee, Spencer McHenry looked up from his work and saw a beautiful woman in fashionable and expensive-looking clothes standing at his teller’s window. Smiling fetchingly, she slid a $500 stack of Bank of Montana notes across the marble counter toward him, and she politely asked if he’d be kind enough to exchange the small bills for large ones. The woman’s name was Annie Rogers.

Little did Annie suspect that bank employees were on the lookout for notes stolen in the Great Northern Train Robbery the previous July. The alert McHenry, who found loyalty to his employer to be more in his character than succumbing to the charms of a beautiful woman, reported his findings to J.T. Howell, the head cashier. Mr. Howell called the police and bank president, Samuel J. Keith. Howell and Keith invited Annie Rogers to accompany them into an office, whereupon they told her the bills were stolen.

Faster than a 911 response, detectives Jack Dwyer and Austin Dickens arrived at the bank to question Annie, who denied signing the bills. She insisted that, if the bills had been stolen, she surely didn’t know a thing about it.

Pressured by the detectives, Annie finally said a “little blonde man named Charley had given [the bills] to her” in Louisiana. The pair had traveled together for about two weeks from Omaha, Nebraska to Louisiana where Charley continued on to New Orleans and Annie to Shreveport. Annie insisted that the $500 was hers, that she had earned it. Dwyer and Dickens would have none of that and took her off to police headquarters to be further questioned by their Lieutenant Marshall.

Annie didn’t even give name, rank and serial number. She gave only one of her names, neglecting to tell the dicks that she was also known as Delia Moore or Maude Williams. Other than that, she uttered only the same words about the fictional Charley and repeating that she didn’t know the bills were stolen. This “non-denial denial” caught the attention of Justice Hiram Vaughn, who issued a warrant charging Annie with attempting to pass forged National Banknotes.

Great Northern Train Robbery

Annie’s arrest was called “one of the most important captures in recent years…” by the Nashville American, which described her as “somewhat good looking, not beautiful but not ugly.” If they printed something like that today, Annie would probably hire a celebrity lawyer and sue their pants off for calling her “not beautiful.” The American went on to say “She was slender, with a heavy head of dark brown hair, a dark complexion, and high cheekbones. Her most noticeable features were two gold teeth on the left side and her piercing black eyes … [which] fairly danced as she spoke.”

The same day the American story came out, the Nashville Banner sent a reporter to interview Annie, who cheerfully greeted him as he entered her cell, led by Detective Dwyer. Annie called Dwyer “Happy Jack” and told the reporter he was one of her favorites. It was reported that Annie laughed, smiled, and flirted with her visitor throughout the interview. She regretted, she said, that she hadn’t brushed her hair properly.

The next day, Annie appeared before Justice Vaughn for a preliminary hearing, wearing a black suit, and a black hat adorned with ostrich feathers. The Banner reported that “a deep frown gathered her brow and her piercing black eyes danced defiantly in answer to the stares of the onlookers.”

According to Wayne Kindred’s article in a 1995 issue of Velho Oeste, the following conversation occurred:

Justice Vaughn asked her if she had heard the warrant read.

“I heard one read yesterday. I don’t know whether it is the same one or not,” she answered.

He told her that it was the same warrant and asked if she wished to plead guilty or not guilty.

“Guilty of what?” she angrily replied. “Of taking those bills to the bank” I took them bills to the bank. Yes, I did that.”

After Justice Vaughn explained the charges again, Annie entered a plea of not guilty. Vaughn then set her bail at $10,000 and asked her if she wanted to make a statement.

“Nothing, but that I came by those bills honestly, and I don’t see why I should be treated this way. I had used some of the bills before, and I thought they were all right.”

Nashville Courthouse, 1892, photo by A. Wittemann

The hearing must have seriously scared Annie because, by the next day, she was closer to telling the truth, or so it seemed: her real name was Della Moore, she was 26, and she was born in Tarrant County, Texas.

She left home in 1893 and worked as a prostitute in Mena, Arkansas, Fort Worth, and San Antonio (at the bawdy house of Fannie Porter). Between Ft. Worth and San Antonio, she had married a farmer named Lewis Walker but left him because “he was just a poor farmer” and their life on the farm was altogether “too tame” for her.

She left Fannie Porter’s house for Colorado, Idaho, and Montana in late 1900 with Bob Nevils, Will Casey, and Lillie Davis (another graduate of Fannie Porter’s “college of soft knocks”). Annie claimed not to have asked either Nevils or Casey what they did for a living. “They were just good fellows,” she said. Nevils gave her five $20 gold pieces on their return to Ft. Worth where they separated.

Annie split her time between her mother’s Ft. Worth home and Fannie Porter’s house of ill repute in San Antonio. She then left for Mena, Arkansas where she remained until September 1901. Fannie Porter got word to her that Nevils had come back to San Antonio and wanted Annie to take another trip. Annie responded to the message with a telegram: “Will wait till parties come.” Nevils shortly thereafter came to Arkansas to get her.

According to the Kindred article, their first stop was Shreveport, Louisiana where they remained for nearly a week, playing cards and patronizing saloons. Nevils had plenty of money and gave Annie a bunch of $10 bills before they left Shreveport for Jackson, Mississippi where they did “nothing but having a good time.”

They took the day coach to Memphis, Tennessee and let the good times continue to roll. Annie guessed they spent around $400 having fun and she especially enjoyed Nevils buying expensive dresses and hats for her. By the time they left Memphis for Nashville on October 10th where they headed straight for Linck’s Hotel, Annie had Bank of Montana notes for about $400. She must have been a very good companion because Nevils gave her at least another hundred. Perhaps Annie was Mae West’s inspiration when she said: “When I’m good I’m very, very good, but when I’m bad, I’m better.”

As Annie’s story unfolded, she admitted spending most of her time at the Lincke Hotel in their room, while Nevils preferred hanging around saloons until the wee hours. Then, Annie said, she began to have misgivings. The more money Nevils gave her, the more suspicious she got. She was also afraid he might take the money back and dump her. A shrewd move by Annie was that she changed the money he had given her into larger bills so they could be more easily hidden from him, and repaired to the Fourth National Bank to accomplish this, where she was arrested.

At the completion of this second statement, cops ran to the Linck and found that Nevils, registered under the name R.J. Whalen, had escaped due to the length of time it took Annie to tell her (false) story. She had given him enough time to make his escape. He had checked out the day before taking the train to Birmingham, Alabama, thence on to Mobile, where the cops lost his trail.

An incarcerated Annie Rogers might have been daydreaming of her boring days back on Lewis Walker’s farm. Even that dull life would be better than a dreary jail. On April 21, 1902, she appeared before Judge W.M. Hart asking for a bail reduction. Her former employer, Madame Fannie Porter, who well deserved her kind-though-soiled reputation, offered to put up the money.

Harvey Logan, aka: Kid Curry

As reported in Kindred’s article, Annie was dressed in a black suit and hat. “Wearing a black glove on one hand and carrying a white handkerchief in the other, she took a seat beside her attorney, Richard West.” Attorney General Robert Vaughn prosecuted, his first witness express messenger C.H. Smith who had been brought from Montana to describe the train robbery and link Annie to one of the robbers. He described the robbery ($40,000 in unsigned banknotes on July 3, 1901) near Wagner, Montana, and identified a man in a torn photograph shown him by General Vaughn as one of the train robbers. So ended the first day of Annie’s bail hearing.

The next morning, a smiling and laughing Annie with the dancing eyes sat in court carrying on a “lively conversation” with a deputy sheriff. She quit laughing as soon as she saw Pinkerton dick Lowell Spence take the stand. General Vaughn showed him the same photograph identified the day before by messenger Smith, and Spence also identified the man as the train robber, one Harvey Logan, member of the Wild Bunch, also called “Kid Curry,” and said he was in the Knoxville, Tennessee, jail. (Note: After he got into a saloon brawl in Pueblo, Harvey and his brothers headed for Hole in the Wall, Wyoming, where they met up with George Curry. Having been known as the “Kid” in Texas, Harvey took George’s last name and began to go by “Kid Curry.”) Logan had been arrested in December 1901 on a charge of felonious assault against policemen. He had over $9,000 of the stolen Bank of Montana bills on him at the time.

Interestingly, in this damning photograph of Logan, having been identified twice by witnesses, a hand could be seen resting on his left shoulder. In a dramatic moment worthy of Perry Mason himself, General Vaughn whipped out the other half of the picture. The hand was attached to the arm of the defendant, Annie Rogers. Uh Oh. The courtroom sizzled with excitement as observers whispered behind their hands. Then Annie took the stand.

Harvey Logan & Annie Rogers sometime between 1890 and 1894.

She admitted the man in the photograph was Bob Nevils, but denied ever knowing he was also Harvey Logan or Kid Curry, denied knowing where he got the money and never heard of the train robbery until her arrest. Judge Hart must not have believed any of these corkers because he proceeded to set bail at $2,500, considerably higher than the $1,000 Annie had requested. Even the indomitable Fannie Porter was unable, or unwilling, to pay such a high bail despite Annie’s tearful entreaties. Sobbing uncontrollably, Annie was led back to her jail cell where she languished for almost two months until her next day in court.

June 14th saw the same cast of characters in court: defense attorney West, prosecutor Vaughn, and Judge Hart. A plethora of prosecution witnesses were called including bank employees, hotel employees, and detectives, each telling his tale.

Of these witnesses, the most damning was Corrine Lewis, the pretty owner of a Memphis resort, who also identified the photograph of Logan as one of her hotel guests in September 1901.

He had, said Miss Lewis, “plenty of money,” flashing a large roll of bills. When she asked him if he were not afraid to carry so much money, he said he “wasn’t when he had his guns,” whereupon he tore open his coat exposing two large revolvers.” Miss Lewis also identified Annie Rogers as Logan’s companion, stating that, although Annie was dressed “plainly” when they arrived, the day after that she had been wearing expensive new clothes. She reported that both Logan and Lewis drank a great deal but never got drunk.

Next up was Annie herself, nervous and pale. She repeated her denials of knowing who Nevils really was, not knowing the money was stolen, and denying that she ever forged the bills. She did, however, admit that she had “bled Nevils and got all the money I could.” She took from him frequently, she said, and had worked him for about $500 by the time they reached Nashville. Annie then stepped down from the witness stand.

Wild Bunch, aka: Hole in the Wall Gang (1896-1901) – Led by Butch Cassidy, the Wild Bunch terrorized the states of Colorado, Wyoming, Montana, Idaho, Utah, and Nevada for five years. Click for prints, downloads and products.

Backing her up was a deposition from Harvey Logan, read by defense attorney West. In it, Logan, at the Knoxville jail, said he had been with Annie at Linck’s Hotel the day she was arrested, and that she had left him in mid-afternoon. When she didn’t return, Logan “thought that she had quit me.” He said that he had given her the money and that it was signed before she got it.

In their closing arguments, prosecutor Vaughn called her a greedy opportunist, a liar, and accused her of aiding and abetting Logan’s escape. Defense attorney West said she was just an unsophisticated country girl who had been duped by a clever criminal.

The jury came back to a packed courtroom with a verdict in fewer than two hours. “Not guilty!!” A relieved and thrilled Annie Rogers shook hands with each jury member, her lawyer, and the judge. Spectators crowded around her voicing their approval of the verdict, while Annie expressed pleasure at being given a “fair deal.”

Annie then asked for her $500 back, claiming it was her money after all, but the court eventually ruled that she was not entitled to it.

Annie left Tennessee and returned to Texas where she followed Logan’s exploits in the papers and wrote to him. Logan was captured in Jefferson City following a fight in a Knoxville saloon where he broke a man’s nose in a quarrel and shot two Knoxville Police Officers who opened fire on him.

Logan was subsequently tried, convicted, and sentenced to life in Tennessee Prison. Using wire from a jailhouse broom, Logan engineered his escape from the Knox County jail. He killed himself a few months later after a failed bank robbery.

The members of the Wild Bunch were aggressively pursued by Pinkerton Agents.

During his lifetime, Logan/Kid Curry was wanted on warrants for fifteen murders, but it was generally known that he had killed more than twice that number. William Pinkerton, head of the Pinkerton Detective Agency, called Kid Curry the most vicious outlaw in America. “He has not one single redeeming feature,” Pinkerton wrote. “He is the only criminal I know of who does not have one single good point.”

There exists no evidence that Annie ever saw Logan again, and it is surmised she changed her name once more and went back to work at Fannie Porter’s.


Assista o vídeo: Hers - Harvey Official Audio (Janeiro 2022).