Em formação

Batalha de Seven Pines ou Fair Oaks, 31 de maio a 1º de junho de 1862


Batalha de Seven Pines ou Fair Oaks, 31 de maio a 1º de junho de 1862 - posições preliminares

Mapa mostrando as posições preliminares para a batalha de Seven Pines ou Fair Oaks, 31 de maio a 1 de junho de 1862

Mapa retirado de Batalhas e líderes da Guerra Civil: II: Norte para Antietam , p.227



Batalha dos Sete Pinheiros

o Batalha dos Sete Pinheiros, também conhecido como Batalha de Fair Oaks ou Fair Oaks Station, ocorreu em 31 de maio e 1 de junho de 1862, no condado de Henrico, Virgínia, como parte da Campanha da Península da Guerra Civil Americana. Foi o culminar de uma ofensiva na Península da Virgínia do General de Divisão George B. McClellan, na qual o Exército do Potomac atingiu os arredores de Richmond.

Em 31 de maio, o general confederado Joseph E. Johnston tentou subjugar dois corpos federais que pareciam isolados ao sul do rio Chickahominy. Os ataques confederados, embora não bem coordenados, conseguiram repelir o IV Corpo de exército e infligir pesadas baixas. Os reforços chegaram e ambos os lados colocaram mais e mais tropas na ação. Apoiado pelo III Corpo de exército e pela divisão do major-general John Sedgwick do segundo corpo de exército do major-general Edwin V. Sumner (que cruzou o rio cheio de chuva na ponte Grapevine), a posição federal foi finalmente estabilizada. O General Johnston foi gravemente ferido durante a ação, e o comando do exército Confederado foi temporariamente transferido para o Maj. Gen. G.W. Smith. Em 1º de junho, os confederados renovaram seus ataques contra os federais, que trouxeram mais reforços, mas fizeram pouco progresso. Ambos os lados reivindicaram a vitória. & # 911 e # 93

Embora a batalha tenha sido taticamente inconclusiva, foi a maior batalha no Teatro Oriental até então (e perdendo apenas para Shiloh em termos de baixas até agora, cerca de 11.000 no total) e marcou o fim da ofensiva da União, levando aos Sete Dias Batalhas e União recuam no final de junho. & # 914 e # 93


4 de junho de 1862: Batalha de Seven Pines / Fair Oaks

Notícias sobre a Batalha de Sete Pinheiros, ou Fair Oaks, como os confederados a chamavam. Aconteceu em 31 de maio e 1º de junho de 1862, na Virgínia, perto de Richmond. Fazia parte da Campanha do General George B. McClellan na Península e seu Exército do Potomac estava a cerca de seis milhas de Richmond. Foi uma batalha pequena e confusa, na qual o general confederado Joseph E. Johnston foi ferido e substituído como general comandante do Exército da Virgínia do Norte por Robert E. Lee. Este relato é de 4 de junho de 1862, edição de The Prescott Journal.

B A T T L E A T R I C H M O N D!
________

INIMIGO ATAQUE NOSSO FLANK CERTO.
Carga de baioneta brilhante.
O INIMIGO APOSENTA-SE.
NOSSA PERDA PESADA.
O INIMIGO & # 8217S ENORME.
A luta pela vitória.
PROVÁVEL QUEDA DE RICHMOND.
Telégrafo de balão.

O seguinte despacho foi recebido no Departamento de Guerra neste P. M: -

Tivemos uma batalha desesperada na qual o corpo dos generais Sumner [Edwin V. Sumner], Heintzelman [Samuel P. Heintzelman] e Keyes [Erasmus D. Keyes] estavam envolvidos, contra números muito superiores.

Ontem à uma hora da tarde o inimigo, aproveitando a tempestade que inundou o vale do Chickahominy, atacou nossa ala direita.

A divisão 1 do Gen. Casey & # 8217s, que estava na primeira linha, cedeu inexplicavelmente. Isso causou confusão temporária, durante a qual as armas e bagagem foram perdidas, mas Heintzelman e Kearny 2 mais galantemente trouxeram suas tropas, que controlaram o inimigo.

Ao mesmo tempo, consegui, com grande esforço, trazer as divisões dos generais Sedgwick & # 8217s 3 e Richardson & # 8217s [Israel B. Richardson], que repeliram o inimigo na ponta da baioneta, cobrindo o solo com seus mortos.

Esta manhã o inimigo tentou retomar o conflito, mas foi repelido por toda parte.

Temos feito muitos prisioneiros, entre os quais estão o general Pettigrew 4 e o coronel Long.

Nossa perda é pesada, mas o inimigo deve ser enorme. 5

Com exceção da divisão Casey & # 8217s, os homens se comportaram esplendidamente. Várias cargas de baioneta finas foram feitas.

De “Fotografias originais tiradas nos campos de batalha durante a Guerra Civil” (ver nota de rodapé 6)

Durante toda a batalha desta manhã, o Professor Lowe & # 8217s [T. O balão S. C. Lowe] estava observando a cena em uma atitude de 2.000 pés. A comunicação telegráfica com os fios militares foi mantida com sucesso, Sr. Parke Spring, da Filadélfia, atuando como operador. Cada movimento do inimigo foi observado e imediatamente relatado. Acredita-se que esta seja a primeira vez que um reconhecimento de balão foi feito com sucesso durante uma batalha e, certamente, a primeira vez que a estação telegráfica foi instalada no ar para relatar os movimentos de um inimigo e o progresso de uma batalha. A vantagem para o general McClellan deve ter sido imensa.

É sabido que despachos foram recebidos pelo Departamento de Guerra do General McClellan que indicam uma ocupação rápida de Richmond. Todas as notícias recebidas são favoráveis, e os últimos conselhos em relação à luta antes de Richmond no sábado representam a batalha como de grande importância, e o sucesso sindical indiscutível.


Batalha de Seven Pines ou Fair Oaks, 31 de maio a 1º de junho de 1862 - História

Outros nomes: Fair Oaks, Fair Oaks Station

Comandantes principais: Gen. Gen. George B. McClellan [EUA] Gen. Joseph E. Johnston e Gen. Gen. G.W. Smith [CS]

Forças engajadas: (84.000 no total)

Vítimas estimadas: 13.736 no total (US 5.739 CS 7.997)

Contexto: A Campanha da Península (também conhecida como Campanha Peninsular) durante a Guerra Civil Americana foi uma grande operação da União lançada no sudeste da Virgínia de março a julho de 1862, e foi a primeira ofensiva em grande escala no Teatro Oriental. A operação, comandada pelo major-general George B. McClellan, foi um movimento anfíbio voltado para capturar a capital confederada de Richmond, contornando o Exército dos Estados Confederados na Virgínia do Norte. McClellan foi inicialmente bem-sucedido contra o igualmente cauteloso General Joseph E. Johnston, mas o surgimento do agressivo General Robert E. Lee, que assumiu o comando imediatamente após Seven Pines ou Fair Oaks, transformou as subsequentes Batalhas de Sete Dias em uma humilhante derrota da União. Embora a Batalha dos Sete Pinheiros tenha sido taticamente inconclusiva, foi a maior batalha no Teatro Oriental até o momento (e perdendo apenas para Shiloh em termos de baixas até agora) e marcou o fim da ofensiva da União, levando às Batalhas dos Sete Dias e Retirada do sindicato no final de junho.

Mapa da Batalha dos Sete Pinhos

Mapa da campanha da Península da Guerra Civil

Mapa das batalhas da campanha da península

Mapa das batalhas da campanha da península

Campanha da Península e Batalhas de Sete Dias: A Campanha da Península [março-julho de 1862] consistiu nas seguintes batalhas: Hampton Roads, Yorktown, Williamsburg, Eltham's Landing, Drewry's Bluff, Hanover Court House e Seven Pines. Frequentemente estudadas como uma campanha separada, as Batalhas de Sete Dias (também conhecidas como Batalhas de Sete Dias ao Redor de Richmond), no entanto, foram as batalhas finais dentro da Campanha da Península e incluíram as seguintes batalhas: Oak Grove, Beaver Dam Creek, Gaines 'Mill, Garnetts & amp Goldings Farm, Savage's Station, White Oak Swamp, Glendale e Malvern Hill. Enquanto McClellan e Joe Johnston se opunham durante o início da Campanha da Península, Lee, tendo substituído Johnston, assumiu o comando durante as Batalhas dos Sete Dias e desferiu um golpe severo em McClellan e no exército da União, salvando Richmond.

Campanha dos generais comandantes da Península

George B. McClellan e Joseph E. Johnston

Batalhas de sete dias

(Clique para ampliar)

Descrição: Em 31 de maio, o general Joseph E. Johnston tentou subjugar dois corpos federais que pareciam isolados ao sul do rio Chickahominy. Os ataques confederados, embora não bem coordenados, conseguiram repelir o IV Corpo de exército e infligir pesadas baixas. Os reforços chegaram e ambos os lados colocaram mais e mais tropas na ação. Apoiado pelo III Corpo e Brig. Gen. Sedgwick & divisão # 8217s do Brig. Gen. Sumner & # 8217s II Corps (que cruzou o rio cheio de chuva na ponte Grapevine), a posição federal foi finalmente estabilizada.

(À direita) "Ponte Grapevine e as Batalhas dos Sete Dias."

Mapa de batalha de Seven Pines

(Clique para ampliar)

(Esquerda) Mapa do período das posições do Exército da União e Confederado ao anoitecer do dia 31 de maio, na Batalha dos Sete Pinheiros. Cortesia Confederate War Papers: Fairfax Court House, Nova Orleans, Seven Pines, Richmond e Carolina do Norte.

Sumner, comandante do II Corpo de exército, ouviu os sons da batalha de sua posição ao norte do rio. Por iniciativa própria, ele despachou uma divisão sob o comando de Sedgwick sobre a única ponte remanescente. A traiçoeira "Ponte Grapevine" estava perto do colapso no rio transbordando, mas o peso das tropas de travessia ajudou a mantê-la firme contra a água corrente. Depois que o último homem cruzou com segurança, a ponte desabou e foi varrida. Os homens de Sedgwick forneceram a chave para resistir a Brig. Ataque do general Whiting. Ao anoitecer, o general Johnston foi gravemente ferido durante a ação, e o comando do exército confederado foi temporariamente transferido para o major-general G.W. Smith.

Batalha dos sete pinheiros: mapa do primeiro dia

Primeiro dia na batalha dos sete pinheiros

Mapa da Batalha dos Sete Pinhos

(Clique para ampliar)

Retiradas McClellan

(Clique para ampliar)

Lee usou a pausa de um mês no avanço de McClellan para fortalecer as defesas de Richmond e estendê-las ao sul até o rio James em Chaffin's Bluff. No lado sul do rio James, as linhas defensivas foram construídas ao sul até um ponto abaixo de Petersburgo. O comprimento total da nova linha defensiva era de cerca de 30 milhas (50 km). Para ganhar tempo para completar a nova linha defensiva e se preparar para uma ofensiva, Lee repetiu a tática de fazer um pequeno número de tropas parecer maior do que realmente era. McClellan também ficou nervoso com a cavalaria audaciosa (mas militarmente inútil) de Jeb Stuart que rodeou completamente o exército da União (13 de junho e # 821115).

Battlefield of Seven Pines: Mapa do segundo dia

Segundo dia na batalha dos sete pinheiros

Mapa de campanha da península

(Clique para ampliar)

(À direita) Campanha da Península, mapa de eventos da Batalha dos Sete Pinheiros.

A segunda fase da Campanha da Península deu uma guinada negativa para a União quando Lee lançou contra-ataques ferozes a leste de Richmond nas Batalhas dos Sete Dias (25 de junho e # 8211 1 de julho de 1862). Embora nenhuma dessas batalhas tenha sido uma vitória tática significativa dos Confederados (e a Batalha de Malvern Hill no último dia foi uma derrota significativa dos Confederados), a tenacidade dos ataques de Lee e o súbito surgimento da "cavalaria a pé" de Stonewall Jackson em seu flanco ocidental enervou McClellan , que puxou suas forças de volta para uma base no rio James. Lincoln mais tarde ordenou que o exército retornasse à área de Washington, D.C., para apoiar o exército do general John Pope na Campanha da Virgínia do Norte e na Segunda Batalha de Bull Run. A Península da Virgínia estava relativamente quieta até maio de 1864, quando o major-general Benjamin Butler invadiu novamente como parte da Campanha dos Cem das Bermudas. Continua abaixo.

Leitura recomendada: Fair Oaks 1862. Descrição: Após sua derrota humilhante na Primeira Batalha de Bull Run, o General George B. McClellan assumiu o comando do Exército da União de Potomac. Na primavera de 1862, tendo reconstruído suas forças, o "Pequeno Napoleão" traçou um plano para acabar com a guerra em uma única campanha, a Campanha da Península. Transportando seu exército por mar para a Península da Virgínia, ele flanquearia as forças confederadas e marcharia sem oposição em Richmond, a capital do sul. Continua abaixo & # 8230

A cautela excessiva desperdiçou a oportunidade, no entanto, e em 31 de maio os confederados atacaram as forças divididas do McClellan & # 8217 em Fair Oaks. Este livro detalha a controvertida campanha de McClellan na Península e a tentativa do sul de deter o rolo compressor da União. Do editor: guias altamente visuais para os maiores conflitos da história, detalhando as estratégias de comando, táticas e experiências das forças opostas ao longo de cada campanha e concluindo com um guia para os campos de batalha hoje.

Mapa do campo de batalha de Seven Pines

(Clique para ampliar)

Análise: Ambos os lados reivindicaram a vitória, mas o feito de nenhum dos lados foi impressionante. O avanço de George B. McClellan em Richmond foi interrompido e o Exército da Virgínia do Norte recuou para as obras defensivas de Richmond.

(À direita) Mapa antigo das posições dos campos de batalha da União e dos Confederados na manhã de 1º de junho, na Batalha dos Sete Pinheiros. Cortesia Confederate War Papers: Fairfax Court House, Nova Orleans, Seven Pines, Richmond e Carolina do Norte.

A batalha era freqüentemente lembrada pelos soldados da União como a Batalha de Fair Oaks Station porque era onde eles lutavam melhor, enquanto os confederados, pelo mesmo motivo, se referiam a ela como Seven Pines. O historiador Stephen W. Sears observou que seu nome comum atual, Seven Pines, é o mais apropriado porque foi na encruzilhada de Seven Pines que ocorreram os combates mais pesados ​​e as maiores baixas.

Comandantes das Batalhas dos Sete Dias

Generais McClellan e Lee

Estação Battle of Fair Oaks

(Clique para ampliar)

Apesar de reivindicar a vitória, McClellan ficou abalado com a experiência. Ele escreveu à esposa: "Estou cansado da visão doentia do campo de batalha, com seus corpos mutilados e o pobre sofrimento ferido! A vitória não tem nenhum encanto para mim quando comprada a tal custo." Ele redistribuiu todo o seu exército, exceto o V Corpo de exército ao sul do rio e, embora continuasse a planejar um cerco e a captura de Richmond, perdeu a iniciativa estratégica. Uma ofensiva iniciada pelo novo comandante confederado, general Robert E. Lee, seria planejada enquanto as tropas da União passivamente sentadas nos arredores de Richmond.

Batalha dos sete pinheiros

(Clique para ampliar)

Lincoln e McClellan em 1862

(Biblioteca do Congresso)

Lee, batalhas de sete dias e guerra civil

No início da guerra, Robert E. Lee foi nomeado para comandar todas as forças da Virgínia, mas após a formação do Exército dos Estados Confederados, ele foi nomeado um de seus primeiros cinco generais. Lee não usava a insígnia de um general confederado, mas apenas as três estrelas de um coronel confederado, o equivalente a sua última patente no Exército dos EUA. Ele não pretendia usar uma insígnia de general até que a Guerra Civil fosse vencida e ele pudesse ser promovido, em tempos de paz, a general do Exército Confederado.

A primeira missão de campo de Lee foi comandar as forças confederadas no oeste da Virgínia, onde foi derrotado na Batalha de Cheat Mountain e foi amplamente acusado de reveses confederados. Ele foi então enviado para organizar as defesas costeiras ao longo do litoral da Carolina e da Geórgia, onde foi prejudicado pela falta de uma marinha confederada eficaz. Mais uma vez culpado pela imprensa, ele se tornou conselheiro militar do presidente confederado Jefferson Davis, ex-secretário de guerra dos EUA. Enquanto em Richmond, Lee foi ridicularizado como o 'Rei de Espadas' por sua escavação excessiva de trincheiras ao redor do Capitólio. Essas trincheiras, no entanto, desempenhariam um papel importante nas batalhas perto do final da guerra.

General Robert E. Lee em 1863

(Biblioteca do Congresso)

Na primavera de 1862, durante a Campanha da Península, o Exército da União de Potomac comandado por George McClellan avançou sobre Richmond vindo de Fort Monroe, finalmente alcançando as margens orientais da capital confederada ao longo do rio Chickahominy. Após o ferimento do general Joseph E. Johnston na Batalha de Seven Pines, em 1º de junho de 1862, Lee assumiu o comando do Exército da Virgínia do Norte, sua primeira oportunidade de liderar um exército no campo. Os editoriais de jornais da época se opuseram à sua nomeação devido a preocupações de que Lee não seria agressivo e esperaria que o exército da União viesse até ele. No início da guerra, seus homens se referiam a ele como "Granny Lee" por causa de seu estilo de comando supostamente tímido. Depois das Batalhas dos Sete Dias e até o fim da guerra, entretanto, seus homens se referiam a ele respectivamente como "Marse Robert". Ele supervisionou o fortalecimento substancial das defesas de Richmond durante as primeiras três semanas de junho e então lançou uma série de ataques, os Seven Days Battles, contra as forças de McClellan. Os ataques de Lee resultaram em pesadas baixas confederadas e foram marcados por desempenhos táticos desajeitados de seus subordinados, mas suas ações agressivas frustraram McClellan, que recuou até um ponto no rio James onde as forças navais da União estavam no controle. Esses sucessos levaram a uma rápida reviravolta da opinião pública e os editoriais dos jornais rapidamente mudaram de tom sobre a agressividade de Lee. Após sua derrota em Gettysburg, Lee enviou uma carta de demissão ao Pres. Davis em 8 de agosto de 1863, mas Davis recusou o pedido de Lee. Em 31 de janeiro de 1865, Lee foi promovido a general-em-chefe das forças confederadas.

Mapa das batalhas da guerra civil na Virgínia em 1862

(Campos de batalha da Guerra Civil da Virgínia)
Batalha dos Sete Pinheiros

(Marcador histórico)
Batalha dos Sete Pinheiros

(Marcador histórico)
Batalha dos Sete Pinheiros

(Marcador histórico)

O Cemitério Nacional de Seven Pines está localizado em Henrico County, Virgínia, a aproximadamente 13 km a sudeste de Richmond. A Batalha de Fair Oaks (também conhecida como Batalha de Seven Pines) ocorreu nesta região e o cemitério & # 8217s 1,9 acres estão localizados em uma parte do campo de batalha Seven Pines.

Cemitério Nacional de Seven Pines

(Virgínia)

Cemitério Nacional de Seven Pines

(Clique para ampliar)

(À direita) Marcador histórico: O Cemitério Nacional de Seven Pines foi estabelecido em 1866 e está localizado no "Campo de Batalha dos Sete Pinheiros da Guerra Civil". Foi adicionado ao Registro Nacional de Locais Históricos em 1995.

Após o fim da Guerra Civil, o Tenente. O coronel James H. Moore, contramestre assistente, foi autorizado a selecionar um local para um cemitério nacional permanente para o enterro dos mortos no campo de batalha. O local original de 1,3 acres foi apropriado em 1866 e mais tarde comprado de Richard Hilliard. Dois pequenos lotes de terreno foram adicionados ao local em 1874 e 1875. O nome do cemitério deriva dos sete pinheiros plantados ao longo do interior do muro do cemitério em 1869.

Discurso em Seven Pines Gettysburg

(Clique para ampliar)

(Esquerda) Marcador histórico do endereço de Gettysburg no Cemitério Nacional de Seven Pines.

Um programa de concentração dos restos mortais do campo de batalha começou em maio de 1866. Mais de quatro anos se passaram desde que as primeiras vítimas da guerra foram enterradas às pressas, no entanto, e os restos mortais eram muitas vezes difíceis de identificar. Como resultado, 1.216 enterros eram desconhecidos aqui, em comparação com 141 mortos conhecidos.

Não há monumentos localizados no Cemitério Nacional de Seven Pines.

O Cemitério Nacional de Seven Pines está fechado para novos enterros. Os únicos enterros que estão sendo aceitos são enterros subsequentes para veteranos ou membros da família elegíveis em um túmulo existente.

No entanto, periodicamente, o espaço para sepultamento pode ficar disponível devido ao cancelamento de uma reserva ou quando um desinteresse foi concluído. Quando um desses dois cenários ocorre, o cemitério é disponibilizado para outro veterano elegível por ordem de chegada.

Como não há como saber com antecedência quando um túmulo estará disponível, entre em contato com o cemitério no momento de necessidade para saber se há espaço disponível.

Marcador de sete pinheiros

(Clique para ampliar)

Leitura recomendada: To The Gates of Richmond: The Peninsula Campaign, de Stephen Sears. Descrição: To the Gates of Richmond traça a Campanha da Península de 1862, o grande esquema do general George McClellan para marchar pela Península da Virgínia e tomar a capital confederada. Durante três meses, McClellan lutou para chegar a Richmond, mas então Robert E. Lee assumiu comando das forças confederadas. Em sete dias, Lee expulsou o cauteloso McClellan, mudando assim o curso da guerra. Inteligente e bem pesquisado, To the Gates of Richmond narra vividamente uma das batalhas mais sangrentas da Guerra Civil. Continua abaixo.

Publishers Weekly: Sears complementa sua biografia de 1988 de George McClellan com esta análise definitiva da principal campanha do general. O grande plano de McClellan era desembarcar um exército em Yorktown, subir a península da Virgínia em direção a Richmond e travar uma batalha decisiva em algum lugar perto da capital confederada, encerrando assim a Guerra Civil enquanto ainda era uma rebelião em vez de uma revolução. A estratégia falhou em parte por causa dos exageros persistentes de McClellan sobre a força dos confederados, mas também porque sob seu comando os federais lutaram aos poucos. Os confederados foram apenas marginalmente mais bem-sucedidos em concentrar suas forças, mas Sears credita seus líderes, especialmente Lee, como sendo mais capazes de aprender com a experiência. A vitória dos confederados na Península significava que a Guerra Civil continuaria. As pesadas baixas da campanha indicaram o tipo de guerra que seria.

Leitura recomendada: The Richmond Campaign of 1862: The Peninsula and the Seven Days (Campanhas Militares da Guerra Civil), de Gary W. Gallagher. Descrição: A campanha de Richmond de abril a julho de 1862 é considerada uma das operações militares mais importantes dos primeiros anos da Guerra Civil Americana. Questões políticas, diplomáticas, sociais e militares importantes estavam em jogo quando Robert E. Lee e George B. McClellan se enfrentaram na península entre os rios York e James. O clímax do confronto aconteceu de 26 de junho a 1º de julho no que ficou conhecido como as batalhas dos Sete Dias, quando Lee, recém-nomeado comandante das forças confederadas, atacou agressivamente o exército da União. As baixas em toda a campanha ultrapassaram 50.000, mais de 35.000 das quais caíram durante os Sete Dias. Continua abaixo & # 8230

Este livro oferece nove ensaios em que conhecidos historiadores da Guerra Civil exploram questões relativas ao alto comando, estratégia e táticas, os efeitos da luta na política e na sociedade do Norte e do Sul e as maneiras pelas quais a emancipação figurou na campanha. Os autores consultaram fontes manuscritas anteriormente inexploradas e reinterpretaram evidências mais familiares, às vezes focando de perto os combates em torno de Richmond e às vezes examinando de forma mais ampla o histórico e as consequências da campanha. Sobre o autor: Gary W. Gallagher é John L. Nau III Professor de História na Universidade da Virgínia. Ele publicou amplamente sobre a Guerra Civil, incluindo seis títulos anteriores da série Campanhas Militares da Guerra Civil, e também é historiador da Guerra Civil para o History Channel.

Leitura recomendada: Seven Days Before Richmond: McClellan's Peninsula Campaign Of 1862 And Its Aftermath (2009) (capa dura) (728 páginas). Descrição: Este volume exaustivo, Seven Days Before Richmond, combina pesquisa meticulosa com uma perspectiva única e examina a Campanha da Península de 1862 do General da União George McClellan e os efeitos profundos que teve nas vidas de McClellan e do General Confederado Robert E. Lee, também como seu impacto duradouro na própria guerra. Continua abaixo & # 8230

Os vinte e cinco anos de carreira militar e experiência de combate de Rudolph Schroeder & # 8217 trazem mais profundidade à sua análise da Campanha da Península, oferecendo uma nova visão e revelação para o assunto da história da batalha da Guerra Civil. Schroeder analisa essa campanha crucial desde sua gênese até suas consequências duradouras em ambos os lados. Apresentando uma bibliografia detalhada e um glossário de termos, esta obra contém a mais completa Campanha da Ordem da Batalha da Península já compilada, e também inclui a identificação de comandantes até o nível de regimento. Além disso, este volume inovador inclui vários mapas altamente detalhados que traçam a campanha da Península e recriam este momento crucial na Guerra Civil. Impecavelmente detalhado e contado com maestria, Seven Days Before Richmond é uma adição essencial à bolsa de estudos da Guerra Civil. Schroeder habilmente nos permite vislumbrar os pensamentos e motivações mais íntimos dos combatentes e dá vida à história.

Leitura recomendada: The Peninsula Campaign of 1862: A Military Analysis (Hardcover). Descrição: A maior ofensiva da Guerra Civil, envolvendo o exército, a marinha e as forças marítimas, a Campanha da Península inspirou muitos livros de história. Nenhum trabalho anterior, no entanto, analisa o ataque maciço do general George B. McClellan contra Richmond no contexto da doutrina militar atual e duradoura. A campanha da Península de 1862: uma análise militar é um esforço para preencher esse vazio. A história de fundo é fornecida para a continuidade, mas o cerne deste livro está na análise militar e na extensão surpreendente em que os traços de personalidade dos generais freqüentemente superam até mesmo os melhores esforços de seus exércitos. Continua abaixo & # 8230

A Campanha da Península se presta a esse estudo. No livro, são muitas as lições para quem estuda a arte da guerra. Nas águas, os primeiros couraçados mudaram para sempre a guerra naval (Monitor v. Merrimack). No nível estratégico, a incapacidade de McClellan de alcançar o grande objetivo de Lincoln torna-se evidente. No nível operacional, a dificuldade de Robert E. Lee em sincronizar seus ataques aprofunda a mística de como ele conseguiu tanto com tão pouco. No nível tático, o uso confederado do terreno para trocar espaço por tempo permite um estudo clássico de tática. Além disso, a campanha está repleta de lições sobre a dimensão pessoal da guerra. O excesso de cautela de McClellan, a audácia de Lee e a exaustão pessoal de Jackson fornecem informações valiosas para os comandantes de hoje e para os entusiastas da Guerra Civil que ainda estão debatendo esta tremenda luta. Fotos históricas e mapas de batalha detalhados tornam este estudo um recurso inestimável para aqueles que visitam todos os muitos campos de batalha, de Young's Mill e Yorktown, passando por Fair Oaks até os estertores finais das Batalhas dos Sete Dias.


O que aconteceu na Batalha de Sete Pinheiros?

o Batalha dos Sete Pinheiros& ndashFair Oaks (31 de maio & ndash 1º de junho de 1862) foi uma tentativa das forças sob o comando do general confederado Joseph E. Johnston de repelir o Exército da União de Potomac sob George B. O evento mais importante do batalha ocorreu quando a noite caiu sobre 31 de maio, quando um projétil explosivo da Union feriu gravemente Johnston.

quando Joseph Johnston foi gravemente ferido na Batalha de Seven Pines O que ele substituiu? Johnston foi gravemente ferido na Batalha de Sete Pinheiros em junho de 1862, e foi subsequentemente substituído por Robert E. Lee. Ele mais tarde, comandou as forças confederadas no Western Theatre, onde ele entraram em confronto com o presidente Jefferson Davis sobre sua estratégia cautelosa durante o Vicksburg e Campanhas de Atlanta.

Da mesma forma, onde ocorreu a Batalha dos Sete Pinheiros?

Henrico County, Virgínia, Estados Unidos

Quem ganhou a Batalha dos Sete Dias?

Seven Days 'Battles, (25 de junho e 1º de julho de 1862), série de American Civil Guerra batalhas nas quais um exército confederado comandado pelo general Robert E. Lee repeliu as forças da União do General George B. McClellan e frustrou a tentativa do Norte de capturar a capital confederada de Richmond, Va.


Batalha de Sete Pinheiros, 1 de junho de 1862: Contra-ataque da União - Parte 1

BG Edwin Sumner II Exército do Corpo de Potomac
aproximadamente 11.500 homens

1ª Divisão do BG Israel Richardson
Brigada de BG Oliver O. Howard

5º NH Inf 6 carrinhos
81st PA Inf 6 está
61st NY Inf 6 stands
64th NY Inf 6 stands


Brigada de BG William French

57th NY Inf 6 stands
52nd NY Inf 6 carrinhos
53º PA Inf 6 carrinhos
66th NY Inf 6 stands


Brigada "irlandesa" de BG Thomas Meagher

69th NY Inf 6 stands
88th NY Inf 6 stands
83rd NY Inf 6 carrinhos

38th NY Inf 3 stands
40th NY Inf 3 stands
3 ° ME Inf 3 está de pé
4º ME Inf 3 carrinhos

Brigada de BG Francis E. Patterson (do III Corpo de exército de Heintzelman, 2ª Divisão de Hooker)

5º NJ Inf 3 carrinhos
6th NJ Inf 3 stands
7th NJ Inf 3 está de pé
8th NJ Inf 3 stands


Brigada de BG Daniel Sickles (do III Corpo de exército de Heintzelman, 2ª Divisão de Hooker)

70th NY Inf 5 stands
71st NY Inf 5 stands
72nd NY Inf 5 stands
73º NY Inf Zouaves 5 estandes

Corpo de exército de MG James Longstreet
aproximadamente 11.100 homens

Divisão de BG Richard H. Anderson
BG. Brigada de William Mahone

3º AL Inf 6 está de pé
41st VA Inf 6 está
12º VA Inf 6 está


Brigada de BG Raleigh Colston

13º NC Inf 6 carrinhos
14º NC Inf 6 carrinhos
3 ° VA Inf 6 está de pé

Brigada de BG Lewis Armistead

9º VA Inf 7 está
14º VA Inf 7 está
53º VA Inf 7 está


Brigada de BG George Pickett

18º VA Inf 4 está de pé
19º VA Inf 4 está de pé
8º VA Inf 4 está de pé
28º VA Inf 4 está de pé

8º AL Inf 6 está
14º AL Inf 6 está
14º LA Inf 6 está de pé


Brigada de BG Cadmus Wilcox

9º AL Inf 5 está
10º AL Inf 5 está
11º AL Inf 5 está
19º MS Inf 5 está de pé

---------------------------------------------------------------------------------
No início da manhã do dia 1º de junho. O General Longstreet ordenou um avanço de sondagem limitado ao longo da linha para sentir a posição e força dos inimigos. Mais ou menos no mesmo momento. As Forças da União fizeram um avanço geral ao longo de toda a linha que resultou em um contra-ataque do exército da União.


Batalha de Sete Pinheiros, 31 de maio de 1862: Ataque de Whiting - Parte 1

BG Edwin Sumner II Exército do Corpo de Potomac
aproximadamente 7.500 homens

BG John Sedgwick 2ª Divisão
Brigada de BG William Burn

69º PA Inf 6 carrinhos
71st PA Inf 6 carrinhos
72nd PA Inf 6 carrinhos
106º PA Inf 6 está


Brigada de BG Napoleon Dana

7º MI Inf 7 está
20º MA Inf 7 carrinhos


Brigada de BG Willis Gorman

15º MA Inf 5 carrinhos
34th NY Inf 5 stands
82nd NY Inf 5 stands


BG John Ambercrombie's Brigade (do Keyes IV Corps, Couch's First Division)

BG William H.C. Divisão Whiting
aproximadamente 10.000 homens

4º AL Inf 5 está
2º MS Inf 5 está
6º NC Inf 5 carrinhos
11º MS Inf 5 está


Brigada de BG J. Johnson Pettigrew

47º VA Inf 5 está
35º GA Inf 5 está
22nd NC Inf 5 stands
2º ARK Inf 5 está de pé

Brigada de BG Robert Hatton

7º TN Inf 6 está
1ª TN Inf 6 está
14º TN Inf 6 está

Legião Inf 4 de Hampton está de pé
16º NC Inf 6 carrinhos
14º GA Inf 6 está
19º GA Inf 6 está de pé


Um sacrifício da guerra civil em minha família

Impressão de Currier e Ives da Batalha de Seven Pines, também conhecida como Fair Oaks, 31 de maio a 1º de junho de 1862

Esta é a história de um homem que imigrou da Inglaterra no início do século 19, criou uma família, partiu para a Guerra Civil e nunca mais foi visto. Esse homem era meu tataravô, Henry Brignall Kite. Sua morte como soldado da 81st Pennsylvania, Co. E no campo de batalha de Seven Pines, Virginia, perto de Richmond, ocorreu 150 anos atrás em 1º de junho.

& # 8220Henry B & # 8221 nasceu em 1809, filho de James Kite e Mary Brignall, de Lydd, Kent, que fica a cerca de 15 milhas a oeste do atual término do Túnel do Canal. Henry veio para a América em 1829. Os censos de 1840, 1850 e 1860 o listam alternadamente como jardineiro e trabalhador (as respostas que ele deu quando questionado). Ele se casou com Jane Jackson Hancock em 17 de janeiro de 1831 em Burlington, NJ. Mais tarde, eles se mudaram para Trenton. Quando o mais novo de seus cinco filhos tinha 15 anos, a guerra entre o Sul e o Norte era quase inevitável.

Em 1861 e aos 52 anos Henry era considerado velho para o exército, mas ele se inscreveu, e nisso reside todo o mistério. Ele mentiu sobre sua idade? Por que ele estava tão interessado em lutar?

Os fatos apresentados neste artigo são baseados em pesquisas genealógicas realizadas e registradas por meu pai e por vários de seus familiares mais velhos, bem como por mim. Já que todos eles já faleceram, não há ninguém para fazer perguntas sobre coisas sobre as quais eles não escreveram. Dos fatos vêm vários mistérios, suposições e poucas respostas diretas. Espero que, ao escrever isso para o ciberéter, alguém possa ajudar a preencher os espaços em branco.

Pergunta 1: Por que Henry se inscreveu? Patriotic fervor early in the war meant there must have been intense public pressure for families to send at least one member to the army. It is curious that I can find no record in Civil War databases online of service by of Henry’s eldest son, Peter, who at the time was 28 years of age. Is it possible that Henry went to fight in his son’s stead?

Question 2: Henry lived in Trenton, New Jersey, yet he joined a Pennsylvania regiment. Perhaps some Civil War historian can help me shed some light on this one.

Civil War service record for Henry Brignall Kite, showing his false age, rank, appearance, non-existent discharge status, and that his whereabouts at the time were unknown. This could mean that he was buried on-site.

Question 3: Was Henry hired by someone richer than he to enlist? In many wars, in fact most wars throughout history, wealthier people have hired military substitutes to avoid the risk to their own life and limb. In our case, this possibility seems unlikely but can not be entirely ruled out: the first Union draft, the Enrollment Act of 1863, was enacted after Henry’s death. Prior to that, enlistment was voluntary. Still, it is conceivable that his service was hired.

Question 4: Is the answer really simple–he needed the money? The Union pay then was $13 per month (about $342 today.) Where he is listed in the census as a gardener, it would seem to me that he was the 19th-century equivalent of a lawn-mowing service (apologies to my esteemed next-door neighbor), an occupation that would be considered unskilled, seasonal, and low-paying. Indeed, he enlisted on October 27, 1861, the end of the growing season, when he would be facing yet another bleak winter getting whatever labor he could.

Extract from 1860 Census page showing (L-R) name, age, occupation, value of real estate, personal estate and place of birth.

The 1860 Census extract above shows some fascinating details. In households where there was a husband, he is always listed first, and the household estate is attributed to him. For reasons unknown in this case, however, the real estate ($6,000) and personal estate ($1000) boxes are on the line for Henry’s wife Jane. Son Peter, at 27 is still living at home and works as a carpenter. He does not own property but claims a personal estate of $50. (Peter Jackson Kite went on to become a well-known businessman, founding a carpentry firm with Levi Furman, Furman & Kite, which stood on Factory Street in Trenton in the 1870s. He died in 1907.)

What I infer from this is that none of Henry and Jane’s children had fled the nest and that maintaining such a household must have been costly, so taking the chance on military pay may have seemed worthwhile.

Proof of Henry’s death on the battlefield comes in the way of this Civil War widow’s pension for which Jane applied on July 5, barely a month after the battle.

Jane’s Civil War widow’s pension application

Thus the army had informed her of his death. Because the Service Record shown above says he was “unaccounted for,” it is very likely he and 400 others were buried near the battlefield. Jane had no body to mourn over.

So here we are. It is 150 years later, and a man whose name I had not heard ten years ago is much in my thoughts at this anniversary. We share the same last name. My father, now gone 13 years, was also named Henry. Though he died 101 years before I was born, I have a love for Henry Brignall Kite and am pained by his loss. He is as gone into history as the smoke-filled wind that blew across Seven Pines, Virginia, during those two bloody days in 1862. Above all, with 980 Confederate losses and 790 Union losses, this battle was very costly. I tip my hat to all of them.


Conteúdo

Slowed by the heavy rains and the bad condition of the roads after the Battle of Drewry's Bluff, where "teams cannot haul over half a load, and often empty wagons are stalled," McClellan finally established his base of supply at White House on May 15. Five days later his advance crossed the Chickahominy River at Bottoms Bridge. By the 24th the five Federal corps were established on a front partly encircling Richmond on the north and east, and less than 6 miles away. Three corps lined the north bank of the Chickahominy, while the two corps under Generals E. D. Keyes and Samuel P. Heintzelman were south of the river, astride the York River Railroad and the roads down the peninsula.

With his army thus split by the Chickahominy, McClellan realized his position was precarious, but his orders were explicit: "General McDowell has been ordered to march upon Richmond by the shortest route. He is ordered. so to operate as to place his left wing in communication with your right wing, and you are instructed to cooperate, by extending your right wing to the north of Richmond. "

Then, because of Gen. Thomas J. ("Stonewall") Jackson's brilliant operations in the Shenandoah Valley threatening Washington, Lincoln telegraphed McClellan on May 24: "I have been compelled to suspend McDowell's movements to join you." McDowell wrote disgustedly: "If the enemy can succeed so readily in disconcerting all our plans by alarming us first at one point then at another, he will paralyze a large force with a very small one." That is exactly what Jackson succeeded in doing. This fear for the safety of Washington — the skeleton that haunted Lincoln's closet — was the dominating factor in the military planning in the east throughout the war.

Lincoln's order only suspended McDowell's instructions to join McClellan it did not revoke them. McClellan was still obliged to keep his right wing across the swollen Chickahominy.


JOHN BANKS' CIVIL WAR BLOG

. in this cropped enlargement of the original, at least seven Union soldiers stare intently at Barnard's bulky camera .

. and these Yankees doze near them. The soldier at right uses an ammunition crate and what appears to be a rolled-up blanket to catch a few winks while an artilleryman, a sword in a scabbard at his side, rests on the ground near him. .

. and look behind these three men. There's a large group of soldiers, muskets on their shoulders. .

. in many accounts, soldiers recalled the two battlefield landmarks that appear in the middle distance of the image. The "Twin Houses," built along the Williamsburg Road, were used as a hospital by both armies and as Union headquarters.

"I had the privilege of being one of the first Union Surgeons to enter the Twin Houses of Fair Oaks used as a hospital by the rebels," a doctor noted months later. "Some sick belonging to our army were there at the time of the commencement of the battle and remained there. From them I learned that the Confederate Surgeons treated them most kindly and gave them the only medicine they had -- a little whiskey."

Obliterated by post-war development, the scene in the photograph is unrecognizable today, and the Twin Houses have long since been torn down.

. in the left distance of Barnard's photograph, horses and soldiers gather in the shade of a stand of trees. .

. Barnard also shot this image at Seven Pines. It shows the other side of the Twin Houses .

. the redoubt featured prominently in Barnard's first image appears in the background in this enlargement of his second image. .

. while in another enlargement of the original image, Union soldiers gather at one of the Twin Houses. One of them peers into the window of the house, perhaps still in use as a hospital. .

. but the most interesting, and sobering, detail of Barnard's image is this cropped enlargement of the foreground, which shows fresh graves of soldiers who died at Seven Pines. According to the image caption, more than 400 soldiers were buried in this field. Below, an illustration from the 103rd Pennsylvania regimental history shows burial crews interring bodies and dead horses burning near the Twin Houses. How many of these Federals were disinterred after the war and reburied in Seven Pines National Cemetery is unknown.


Battle of Seven Pines (Fair Oaks)

The Battle of Seven Pines, also known as the Battle of Fair Oaks (or Fairoaks), took place on May 31 and June 1, 1862, in Henrico County, Virginia, as part of the Peninsula Campaign. On May 31, 1862, Confederate General Joseph E. Johnston attempted to overwhelm two Federal corps that appeared isolated south of the Chickahominy River. The Confederate assaults succeeded in driving back the Federal IV Corps and inflicting heavy casualties. Reinforcements arrived, and both sides fed more and more troops into the action. The Federal position was finally stabilized with support from the III Corps and Sedgwick's division of the II Corps. On June 1, the Confederates renewed their assaults against the Federal troops, but made little headway. Both sides claimed victory. Although the battle was tactically inconclusive, it was the largest battle in the Eastern Theater up to that time and marked the end of the Union's advance on Richmond.

New York State troops that were involved in the Battle of Seven Pines, according to New York in the War of the Rebellion (vol. 1), were 6th Cavalry Field & Staff, Batteries A, B, D, G, H, 1st Artillery Battery A, 2d Battalion Artillery 4th Independent Battery 5th Independent Battery 6th Independent Battery 7th Independent Battery 8th Independent Battery 34th Infantry 36th Infantry 37th Infantry 38th Infantry 40th Infantry 42d Infantry 52d Infantry 55th Infantry 56th Infantry 57th Infantry 61st Infantry 62d Infantry 63d Infantry 64th Infantry 65th Infantry 66th Infantry 67th Infantry 69th Infantry (Irish Brigade) 70th Infantry 71st Infantry 72d Infantry 73d Infantry 74th Infantry 81st Infantry 82d Infantry 85th Infantry 87th Infantry 88th Infantry 92d Infantry 96th Infantry 98th Infantry100th Infantry.


Assista o vídeo: Battle of Seven Pines (Janeiro 2022).